bism_3.gif (4506 bytes)
Em Nome de Deus, O Clemente, O Misericordioso!

 

O Islam e os Muçulmanos

O Islam, cuja raiz do termo é Salam, ou seja, ''Paz''. Salam também significa o cumprimento pacífico entre as pessoas. Também significa submissão, isto é, submissão à vontade de Deus, a palavra muslim (muçulmano) tem a mesma raiz árabe e significa aquele que se submete à vontade de Deus, ou seja, aquele que acredita no Islam.

Assim, muçulmano é aquele que se submete a Deus e vive em paz com o Criador, consigo mesmo, com as outras pessoas e com o seu meio ambiente, o Islam é um sistema completo de vida e o muçulmano vive em paz e harmonia com todos estes segmentos.

Portanto, um muçulmano é qualquer pessoa, em qualquer lugar do mundo, cuja obediência, fidelidade e lealdade são para Deus, o Senhor do Universo.

Os seguidores do Islam são chamados de muçulmanos, os muçulmanos podem ser árabes, turcos, persas, indianos, paquistanases, malaios, indonésios, chineses, japoneses, africanos, americanos, brasileiros, europeus, ou de outras nacionalidades ou continentes.

Um árabe pode ser muçulmano, cristão, judeu ou ateu, a lingua na qual foi escrito o Alcorão Sagrado é o árabe, os muçulmanos, em todo o mundo, tentam aprender o árabe a fim de estarem habilitados a ler o Alcorão e a compreender o seu significado, os muçulmanos rezam a Deus na língua do Alcorão, isto é, em árabe, o que não quer dizer que as súplicas a Deus não possam ser em qualquer outra língua.

Atualmente, os muçulmanos somam mais de 1 bilhão e 700 milhões no mundo todo, enquanto que a população árabe está em torno de 200 milhões. Entre estes, 10% não são muçulmanos, o que significa dizer que, do total de muçulmanos, hoje em dia, os árabes muçulmanos representam apenas 15% do total.

Allah, o Deus Único

A palavra árabe que designa o Deus Uno e Único é Allah, e não admite gênero masculino ou feminino, e muito menos plural. Ele é o Senhor e Soberano do universo, criador de todas as coisas, e nada existe que não seja por Sua vontade. Diz o Alcorão:

"Ele é Deus, o Único! Deus! O absoluto! Jamais gerou ou foi gerado! E ninguém é comparável a Ele!" (Alcorão Sagrado 112:1-4)

Ele é o Criador de todos os seres humanos, Ele é o Deus dos cristãos, judeus, muçulmanos, budistas, e outros. O Islam acredita na Unicidade Absoluta de Deus e prescreve uma forma de culto e de oração que não admite imagens ou símbolos. No Islam, as relações entre o homem e o seu Criador são diretas e pessoais e dispensam qualquer intermediário.

O Alcorão cita 99 atributos de Deus, tais como, o Clemente, o Misericordioso, o Perdoador, o Criador, o Senhor do Universo, o Primeiro entre outros.

Muhammad o Mensageiro de Deus Para Toda a Humanidade

O Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), foi escolhido por Deus para levar Sua mensagem de paz, isto é, o Islam, à humanidade.

Ele nasceu em 570 DC, em Makka, na Arábia, a mensagem do Islam foi-lhe confiada quando ele tinha a idade de 40 anos. A revelação recebida tomou o nome de Alcorão e a mensagem é chamada de Islam.

Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), começou a anunciar a sua missão, sempre insistindo na crença em um Deus único, na Ressurreição e no Juízo Final.

Ele foi perseguido e maltratado, sofreu, ele e seus seguidores, terrível boicote em sua própria terra natal, por mais de três anos. Ninguém podia falar, manter relações comerciais ou matrimoniais com eles e as maiores vítimas foram crianças, velhos, doentes e fracos.

Diante da tentativa de assassinato pelos pagãos de Makka, ele deixou secretamente a cidade e foi para Madina, onde uma comunidade islâmica incipiente já estava instalada, e lá permaneceu por 13 anos. Isto aconteceu no ano de 622, ano no qual começa o calendário da Hégira.

Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), é o último Profeta de Deus para a humanidade. Sua mensagem foi dirigida a todos os seres humanos, independetemente de serem cristãos, ou judeus, ou ateus.

Ele purificou as mensagens anteriores de toda adulteração e completou a Mensagem de Deus para toda a humanidade. Foi-lhe concedido o poder de explicar, interpretar e viver os ensinamentos do Alcorão.

Ele legou à posteridade uma religião de puro monoteísmo. Criou um estado disciplinado, estabeleceu um equilíbrio entre os assuntos espirituais e temporais, deixou um novo sistema de leis, a sharia.

Acima de tudo, o Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), deixou um exemplo nobre pela prática integral de tudo o que ensinava aos outros.

As Fontes do Islam

As fontes legais do Islam são o Alcorão e os ahadith, o Alcorão é a palavra fidedigna de Deus; sua autenticidade, originalidade e totalidade estão intactas, o hadith, é o relatos dos ditos, atos e sanções do Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele).

Os ditos e atos do Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), são chamados de Sunnah. A Sirah é o relato dos companheiros do Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), sobre a sua vida. Portanto, é a biografia do Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), e fornece exemplos da vida diária para os muçulmanos.

1º - O Alcorão Sagrado significa, literalmente, leitura ou recitação. O Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), ditava os versículos aos seus discípulos e afirmava que eles eram a revelação divina.

Ele não ditou tudo de uma só vez, mas sim na medida em que as revelações eram feitas. Tão logo as recebia, ele as comunicava aos companheiros e pedia que eles decorassem, escrevessem e produzissem cópias.

O Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), era analfabeto, não sabia ler ou escrever.

O original do Alcorão Sagrado foi escrito em árabe e o mesmo texto continua em uso até os dias de hoje, sem qualquer alteração.

O Alcorão Sagrado é notável porque é um texto no idioma original, cuja preservação contínua se faz há gerações, através do controle da memorização.

Seu texto não sofreu, no decorrer de séculos, qualquer adulteração ou alteração em seu conteúdo. Ele é destinado a toda a humanidade, independentemente de raça, condição social, região ou época.

É um código de comportamento porque abrange todos os segmentos da vida, espiritual, temporal, individual e coletivo.

2º - O hadith, na verdade, representa a aplicação prática dos preceitos, detalhes e explicações necessárias do Alcorão Sagrado, e sua importância para os muçulmanos é muito grande. O hadith é a prática do Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele).

Era através de seu dia-a-dia que o Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), aproveitava para ensinar, e por em prática, os ensinamentos em todos os assuntos importantes da vida.

Pelo hadith sabemos como fazer as abluções para as orações, por exemplo. Havia casos em que o Profeta Muhammadsaws2.gif (1107 bytes) (que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre ele), não tendo recebido uma revelação, formulava uma opinião baseada no bom senso.

Alguns Princípios Islâmicos

1º) Unicidade de Deus: Ele é Uno e único. Não são dois ou três, por isso o Islam rejeita a idéia da trindade ou de qualquer unidade que implique na existência de mais de um Deus.

2º) Unicidade da humanidade: as pessoas são criadas iguais perante a Lei de Deus. Não há superioridade de uma raça sobre a outra.. Ninguém pode afirmar que é melhor do que o outro. Somente Deus conhece quem é o melhor, segundo os Seus critérios.

3º) Unicidade dos Mensageiros e da Mensagem: os muçulmanos acreditam que Deus enviou diferentes mensageiros através da história da humanidade. Todos vieram com a mesma mensagem e os mesmos ensinamentos, que foram sendo adulterados através dos tempos. Os muçulmanos acreditam em Noé, Abraão, Isaac, Ismael, Jacó, Moisés, David, Jesus e Muhammad, que a Paz e a Bênção de Deus estejam sobre eles.

4º) Os anjos e o Dia do Julgamento: os muçulmanos acreditam que existem criaturas invisíveis, como os anjos, criadas por Deus para missões especiais. Os muçulmanos também acreditam que haverá o Dia do Julgamento, quando toda a humanidade, desde Adão até o final dos tempos, será julgada e recompensada ou punida de acordo com os seus méritos.

5º) A inocência do homem na hora do nascimento: os muçulmanos acreditam que o ser humano nasce livre de pecado. Somente quando alcança a idade da puberdade, e somente quando comete pecados, é que ele ser cobrado por seus erros. Ninguém é responsável pelos pecados de outros. Contudo, a porta do perdão através do arrependimento sincero está sempre aberta.

6º) Estado e Religião: os muçulmanos acreditam que o Islam é um modo de vida completo. Portanto, seus ensinamentos não separam a religião da política, e tanto o estado como a religião estão sob a tutela de Deus, através dos ensinamentos do Islam. Por consequência, as transações comerciais, econômicas e sociais, assim como os sistemas político e educacional também são parte dos ensinamentos do Islam.


botao 02.gif (1918 bytes)